quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Orlando Viegas, em vias de seguir as mesmas pisadas com Fernando Correia Landim

José Mário Vaz já confidenciou aos seus próximos que, o ministro vai ser demitido, antes da queda do actual Governo, que está para breve. Como motivo, José Mário Vaz invocou o desrespeito de Orlando Viegas às suas orientações. Quais, obrigar os barcos a virem fazer transbordo na Guiné.
Orlando Viegas é o quarto vice-presidente do PRS.

JOMAV bakiadur-piskadur

"Ministro, se o senhor não fizer isso, vai sair deste cargo. Vou tirá-lo do lugar". Pode não parecer, mas esta conversa em tom de ameaça foi feita, não por um irrefreável fanático, mas pelo presidente da República da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, e dirigida ao ministro das Pescas Orlando Viegas.

O que o PR não disse é que QUER METER as mãos no fundo das Pescas e nunca na lama - são 3 biliões de Fcfa. Orlando Viegas dita di kosta... E, tal como fez com a federação no CAN 2017 - "n'bakia dinheru" - JOMAV queria repetir a graça com Viegas. Depois da desfeita na Segurança do Estado, a guerra com o PRS está apenas a começar.

JOMAV é um presidente a prazo e no fio da navalha. Há dias, foi a Calequisse - plantou tropas de Bissau ate à sua terra natal. Militares a torrar ao sol, sem água, sem nada - sem SALÁRIOS. JOMAV tem medo? Deve ter razões para isso e nós podemos adivinhar. É que as razões são mais que as mães... AAS