terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Botche Candé disse que sabe de montagens do PAIGC

O lutador e traidor Botche Candé, melhor ministro e mais ideólogo do actual Governo, está a fazer coisas duplas. Campanha política e implementação de estratégias económicas para o actual Governo. É, má Guiné n'nhani, botché ku na pensa desenvolvimentu económico di país? nessa campanha, o lutador lembrou falar da sua suspensão para um período de 8 anos no PAIGC e da questão da mudança do corpo de segurança na ANP. Sobre o Primeiro, disse que juntou-se a DSP e não sabia se este seria o pago. E sobre a troca de segurança, disse que duas vezes é que já trocou e não sabe, a razão da actual ser polémica.
E começou com as mentiras. Disse que está no PAIGC e sabe aquilo que Nino Vieira falou com eles e o que os outros fizeram. Disse que sabe também das montagens.
Por ser burro e não saber organizar ideias, não há ninguém que consegue traduzir em perfeição o que disse. Mas basicamente, foi isso que disse.
A única advertência que se pretende fazer ao Botche, é que deve saber que o período de graça acabou. Ele, JOMAV, BRAIMA Camará, não fazem falta ao PAIGC. Vão e não voltem mais.
O que está em jogo é a seriedade e não saltinbacundadi.
Vocês vão sempre fazer o que quiserem, esperando que os outros tenham medo. Se o PAIGC aceitasse, dois anos depois haveria um outro grupo com a mesma atitude. Por isso, tu e Braima Camará, mantenham os vossos dedos na cadera de JOMAV, mas nas nossas caderas, não vão conseguir.
Bandidos da merda. Muntrussis.