quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Poesias de José Carlos: Publicado por Fernando Casimirop, na página de Braima Darame

JOSÉ CARLOS SCHWARZ
Nasceu em Bissau a 6 de Dezembro de 1949. Estudou em Bissau e Dacar. É considerado o pioneiro da musica moderna guineense. Preso político, foi deportado para a Ilha das Galinhas. Após a independência foi director do Departamento de Arte e Cultura do Comissariado da Juventude e Desportos e encarregado de negócios da Guiné-Bissau em Cuba. Músico, compositor e intérprete, participou nas antologias de poesia guineense Mantenhas para quem luta e Momentos primeiros de construção. Morreu a 27 de Maio de 1977 num acidente de aviação em Cuba.
-------------------------------------------------------
ANTES DE PARTIR
Antes de partir
Encherei os meus olhos, a minha memória
Do verde (verde, verde!) do meu País
Para que quando tomado pela saudade
Verde seja a esperança
Do regresso breve
Antes de partir
Encherei os meus ouvidos, a minha memória
Do palpitar que esmorece, enquanto a noite
Cresce sobre a cidade e no campo
Feito o silêncio dos homens e dos rádis...
--------------------------------------------------
CANTA CAMARADA
Canta camarada
Deixa que o teu sonho verdade
Flua límpido nos anseios da tua voz quente
Pois este é o teu dever, o teu direito.
Canta camarada
Que a recordação da tua dor
Seja como a terra revolvida
Em cada época, para a sementeira.
Canta camarada
Apenas alguns nomes, para que seja exaltado o anónimo
Apenas os mortos, porque os vivos
Ainda podem desmerecer da nossa gratidão.
Canta camarada
Pois é a única benesse
Que te reservaste na oferta da tua juventude
Em Holocausto no altar da revolução.
------------------------------------------------------------------
Fonte: Antologia Poética da Guiné-Bissau, Editorial Inquérito, 1990