quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

LEIA ATENTAMENTE A TRISTE HISTÓRIA CONTADA POR DOKA EM PRIMEIRA PESSOA


INSTALA- SE A POLÉMICA E O DESCONFORTO DE DOKA INTERNACIONAL PARA COM AQUELES QUE NUNCA O DEVERIAM TER VIRADO AS COSTAS.
FIM DE UMA RELAÇÃO DE TRAIÇÕES E DE MENTIRAS.
NESTE MOMENTO APENAS PERTENÇO AO LADO EM QUE ESTÃO OS MEUS FILHOS:  FAMILIA

Aquilo que muitos não sabem, pois que fiquem sabendo desta forma e cada qual que fale ou pense como quiser, porque a minha vida é um livro aberto. Saí de cabeça baixo de Bissau, abandonado, desprezado e amarlotado quando não deveria ter sido assim, fui humilhado no dia 16 de Dezembro em um incidente no aeoroporto e se calhar muitos não se deram de conta, mas faço questão de que se saiba de tudo da minha boca.

1-   Muitos acham que Doka Internacional seja um louco e para tal, vamos usa- lo e manda- lo para o quinto dos INFERNOS depois…, i ka ta bati diritu, i ka djiru.     Sim, realmente djiressa nka tene, mas tenho uma legião de leitores que ascendem a 100 mil leitores diários.

2-   Muitos substimaram e continuam substimando a minha inteligência e dizendo ou pensando…, é um analfabeto, um burro, um incapaz. Sim, um analfabeto e Burro que hoje todos precisam do seu trabalho e sou uma das pessoas mais influentes na Guiné Bissau…, e mais…………., conhecido por toda a parte do mundo aonde esteja um guineense.

3-   Não vou recapitular os desabafos anteriores, mas sim coisas que ultimamente me tem deixado em flor da pele.

4-  Nunca tentar medir a profundidade de um rio com as próprias mãos, quanto mais julgar um livro pela sua capa.

5-  Muitas das vezes, nem sempre o que vemos flutuando no cimo da agua, possa ser considerado um pedaço de madeira…, sem nos darmos de conta pode ser mais perigoso do que possa parecer.
Prestem atenção, se permiti algo no passado, se confiei na boa vai ela, se fiz coisas em beneficio de alguém ao ponto de me prejudicar a mim e a minha família, foi porque quis e porque confiei em pessoas que não mereciam a minha confiança, mas dei sempre o beneficio da duvida uma e varias vezes.  

Mas durante essas varias vezes por respeito e por consideração fui usado e descartado por muitos mentirosos e pulhas que nem se quer sabem o significado de reconhecimento e amizade. 
Não sabem o significado de VALOR.

Numa luta em que alguns, ou na maioria atiravam pedras com uma mao e escondiam a outra….., eu Doka Internacional dava a cara e o meu peito em defesa de muitos covardes.

1-  Fui preso no caso Carmelita Pires durante 48 horas, num artigo que não me pertencia, perdi o meu emprego em Inglaterra devido a esse processo, fiquei impossibilitado de viajar durante 8 meses em Bissau e sem poder dar assistência aos meus filhos em Inglaterra.  Sem fonte de subsistência, sem como sobreviver, não consegui participar na educação dos meus filhos nessa altura, não dei assistência, etc.  

Mas algo me movia em direção da verdade e da justiça…, o que me mantia firme acreditando e confiando em pessoas em que nunca deveria ter confiado.

2-   De novo fui preso por um outro artigo dirigido a Juíza Monica Cooper, assumi tudo, por amizade, por lealdade com esperança de reconhecimento.  Enfim, destrui a minha vida, e por um pouco ia destruindo a vida dos meus filhos e da minha família.  Todos aqueles que me rodeavam e rodeiam, pus em risco.   POR NADA!!! POR PESSOAS QUE ME CONSIDERAM E SEMPRE CONSIDERARAM DE UM ZERO A ESQUERDA.

3-  Sofri um atentado que poderia ter culminado com a minha vida, tiros na minha casa…., nenhum telefonema ou visita por parte daqueles a quem eu um dia dei a cara e vida por eles.   Mas o mais grave que ate duas semanas depois deste atentado, nunca recebi segurança ou proteção DELES, apesar de me terem proposto uma situação ridícula: FAZER UMA CARTA DE FORMALIDADE DIRIGIDA AO MINISTRO DO INTERIOR PEDINDO PROTECAO, quando deveriam ter sido eles a tomar a medida de proteger a alguém que deu a vida por eles…, bom, ma ami i ka sé fidju….,  optei por me vir embora e retirar a minha esposa de Bissau. Era muita carga para ela.  Foi aqui que a minha mentalidade começou a mudar e mudou.

4-  Sem dinheiro para viajar, supliquei, implorei dinheiro a pessoas que achei que talvez pelo trabalho realizado por mim para com eles no passado e no presente, poderiam ter- me facilitado em alguma coisa…, infelizmente ninguém ajudou, ninguém acudiu.   Humaro Sissoko, apenas mandou o seu condutor me trazer 200 MIL FRANCOS CFAS…., mas depois de imensos e intensos telefonemas, foi isso que acabou de enviar já na manha do dia do meu embarque.

5-  Vendi o meu televisor LG de 42 polegadas, e o meu cinema em casa da PANASONIC, tudo junto num valor de 500 mil francos xof, vendi a minha arca frigorifica que teria comprado por 300 mil, e o vendi por 140 mil…, e algumas outras coisas que não vale a pena citar.  Fiz isso porque fui esquecido, fui usado, fui ultrajado e maltratado, mostraram- me que eu não faco parte deste projecto. Fiz parte ate um certo ponto, e apartir de um determinado ponto eu já não servia para mais nada.   Mas não me arrependo do que fiz, porque era o natal dos meus filhos, era a felicidade daqueles que eu amo que estava em jogo e não as minhas necessidades ou prazeres, quanto mais vaidade de bens materiais.  Vendi as minhas coisas por amor, por carinho a fim de ver a felicidade no rosto dos meus filhos neste NATAL.  Os meus filhos não teem culpa de ter um pai BURRO e ANORMAL.

6-  No dia 16 de Dezembro, houve um incidente no aeoroporto, não me deixaram embarcar por engano.., apenas depois da partida do avião da TAP é que se deram de conta do erro administrativo, procurei bater as portas novamente…, a resposta era: O PRESIDENTE MANDOU CHAMAR O MINISTRO DE INTERIOR, DEU INSTRUCOES A FIM DE SABER ACERCA DESTE INCIDENTE.  Engraçado, que mesmo com todas as instruções, eu Doka é que acabei de ir a emigração e falar com os responsáveis já por voltas das 15 horas e realmente eles reconheceram que a falha teria sido deles pedindo-me desculpas….., MA FUGU NA BIN…, PABIA MANGA DE KUSSAS NA PAGADU, porque o levantamento do embargo tinha dado entrada desde 8 de Julho, só que ninguém o teria enviado para o aeoroporto. Consegui resolver tudo.   Mas há que realçar e agradecer a um homem a quem eu na ultima da hora liguei, isto já no dia 18, porque perdi o voo de dia 16.  Marciano Silva Barbeiro, sempre em contacto comigo, com toda a sua humildade, acompanhando de perto toda a minha situação.

7-   Sem falar das promessas de viatura a mais de 2 anos, eu Doka ficava e fico esperando táxi na rua, faça chuva, faça sol.   Mas para mim, isso de viatura sempre foi algo banal, o problema é a consideração, o respeito, e isso nunca aconteceu.  Porque no que refere a viaturas, isso não me faz falta em Inglaterra.   Vi pessoas a serem remuneradas, cargos a serem atribuídos, pessoas sem mais valia, sem conhecimento de coisas, sem profissionalismo, sem caracter, sem proveito e muito menos nível académico.  Tudo isto mexeu comigo.

Irei respeitar a todos, perdoarei a todos, mas que me deixem ficar no meu canto…, como disse uma vez ao Baciro Dja, irei a procurar de melhores portos, aonde possa atracar.

Um Profundo agradecimento ao Ba Kekuto, Florentino Mendes Pereira, Lamba, Marciano Silva Barbeiro, Rosa Ca, Sow e Sow, Caramo Camara, Victor Nado Mandinga, Conduto de Pina, Fidelis Forbes. 
Estas pessoas pelo gesto humano que tiveram comigo, um obrigado por parte de quem um dia se calhar vos magou, mas que vocês sempre estiveram de coração aberto.

Espero que me respeitem neste meu desabafo, mas devido ao sufoco em Portugal, fui obrigado a reagir desta forma.

Boas entradas a todos os guineenses espalhados no mundo.
Nota GP: Doka, lamentamos a tua frustação, mas já devias perceber há muito. Se DSP que tirou JOMAV da prisão e levou-lhe a Presidência teve o castigo que teve, o que achas que ele te faria? Sufri.