segunda-feira, 24 de outubro de 2016

JOMAV e os tiros nos próprios pés

Ouvimos atentamente às aberrações de JOMAV na reunião com a Comunidade guineense em Cabo Verde. Ficou provado mais uma vez que o homem é mentiroso.
Disse:
- Voltem para o vosso país, porque estão a perder tempo aqui;
- Disse as pessoas para me insultarem, mas que não insultem o meu pai;
- Quando o PAIGC põe a música, pego na minha mulher e começamos a dançar no Palácio.
- Com 5 mil Fcfa, dentro de um ano serei um homem rico;
- Alguém foi ao Palácio despir, podia fazer como faziam Nino Vieira e Koumba Yalá, porque tenho os mesmos tropas ali;
- Nunca roubei um tostão do Estado, e o meu problema com as pessoas é dinheiro público.
- O país está bem e recomenda-se. Tudo o que dizem sobre a Guiné-Bissau no exterior são invenções;
- Acordo de Conacri decidiu um nome, vou ouvir as pessoas para saber se corresponde a verdade o que recebi.
- Falam de violência e greves. Não há nada daquilo na Guiné-Bissau

ETC ETC ETC

Nota GP: Jomav, provamos que és mentiroso como o bandido do teu pai. Ele é que não te educou para andares a mentir a sociedade. Tu convidas os emigrantes a regressarem com que moral?
JOMAV talvez pelo facto do teu pai não te educar bem, esqueceu de dizer-te que as mentiras são priobidas em pessoas bem educadas.
Tudo o que disseste aos emigrantes é mentira. Eles bem sabem disso. MUNTRUSS SUMA BU PAPÉ