terça-feira, 11 de outubro de 2016

Crise guineense discutido na Guinée-Conacri: Fidju di Guiné ossa mkorto i médi bardadi

O principal protagonista da crise, José Mário Vaz, ficou em Bissau. O PAIGC mantém as suas exigências.
Em vez de estarmos a responsabilizar JOMAV pela crise, há quem pensa que o PAIGC ou DSP têm culpa. Quando em 2015, todo o mundo advertiu JOMAV para não derrubar o Governo, ele não deu ouvidos. Agora, com o país a ferver, ele quer que lhe ouçamos.
Li, JOMAV buna ripindi.