sábado, 22 de outubro de 2016

Bubo Na Tchuto:O regresso que divide...

Regressou o Bubo, com ele as inquietações e não é caso para menos; ja se desenham cenários possíveis e prováveis associados ao regresso do Almirante. Especulações por enquanto! Nada de alarmismos por favor!!
Independentemente das repercussões políticas /militares que venha a ter o sucedido, o simples facto do regresso dum cidadão preso por um Estado estrangeiro, em circunstancias em que aparentemente esteve em causa a violação da nossa soberania territorial não ser aplaudido e festejado por todos, constitui em si um motivo de muita preocupação. É um caso em que o silencio de muitos fala e explica muito mais do que a euforia de alguns.
Não ignoro contudo que hoje por hoje, são poucas as coisas (para não dizer nenhuma) que unem os Guineenses; porém, o Bubo é um "a parte" nesta divisão. Quer dizer, mesmo que houvesse boa união ou convergência de opiniões em torno de questões de natureza político /militar, o caso Bubo sempre seria exceção por motivos obvios.
Sendo imprevisível a mente humana, particularmente a Guineense, não arrisco dizer que depois de passar por tudo aquilo que passou, o Bubo será para surpresa de muitos, um cidadão modelo que responderá apenas pelo seu nome e apelido como um bom Samaritano; contudo, estou convencida que ele aprendeu muitas lições enquanto esteve preso e, uma delas, é ter percebido que aconteceu-lhe tudo e mais algum, por ser oriundo dum Pais que reduz a si a uma insignificância perante o mundo e que convida os outros a (des)-respeitar a sua soberania.
Estou ciente que se o Bubo fez alguma coisa no passado que terá contribuído para o status quo em que o Pais se encontra, deve estar arrependido de te-lo feito e, de agora em diante fará tudo o que estiver ao seu alcance para fazer respeitar a bandeira do seu Pais perante outros Estados, defender intransigentemente os interesses do seu Pais, afinal das contas bu terra i bu terra son... Que o diga o Buba que de hoje para hoje será olhado com desconfiança (diria até com desprezo), para qualquer parte do mundo que for, no entanto foi recebido em ambiente de festa na si terra.
Welcome aboard again, Mr. Na Chuto, please be good for your self!

Nota GP: Tirado abusivamente da Pagina Facebook de Neusa Carina Sanha