terça-feira, 25 de outubro de 2016

AUSCULTAÇÃO PARA FOTOGRAFIA


O nosso presidente jurou solenemente cumprir e defender a constituição da República talvez por isso enveredou pela obsessão de cumprir regras elementares baseada em defesa intransigente da própria constituição, chamando todas as forças vivas para auscultação que visa nomear um novo primeiro ministro (cujo assumiu publicamente que acordo lhe reserva esse direito ) tudo bem, talvez ilustre presidente esqueceu que o acordo de CONAKRY esfaquea todo o princípio básico constitucional, isto é : é um pacto a margem da nossa lei magna , porém, dispensa formalidades nela exigido .
Esta tática de sair bem na fotografia que corrói a boa maneira dos políticos, tem que acabar, procurando apresentar bom pinta e se sair de messiânico, todavia, está bem claro que acordo de CONAKRY é só para fotografia e esta auscultação idem
Para não irmos mais longe , apesar de toda damogogia e alarme que se faz em torno desse acordo , que no começo erra reservado para sua materialização em bissau dentro das normas estabelecidas , mais que o PAIGC consegue fazer com que todos entrassem no meio disso tudo ,até sociedade de treta resolveu dar a sua explicação turvo, como se fosse/fez representar no solo vizinho, a declaração do seu candido presidente é mais um golpe deferido no peito desse pacto
Lemos algures, de A a Z , tudo que assenta elementares pontos do acordo, mais talvez assinantes botaram tapa-rostos no lugar de óculos na hora de assinar e depois reclamam mais do que foi debatido e rubricado, ora,senhor presidente escolhe um dos três nomes e nos poupe de auscultação rançoso. porque o acordo em si é vicioso no seu tudo. Entretanto, os que assinaram o ponto um de pacto que assumem as suas responsabilidades perante membros dos respectivos partidos.
CARLOS SAMBU